[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=cMDQU4ao9Cs[/embedyt]

As pessoas podem contestar, negar, duvidar e até se esconder da religião,  mas, ninguém consegue se esquivar ou se esconder do amor de Deus. Deus é amor e está em todos os lugares o tempo todo.

“Deus é amor, está escrito em cada botão que desabrocha, sobre cada haste de erva que brota. Os amáveis passarinhos a encher de música o ar com seus alegres cantos; as flores de delicados matizes, em sua perfeição, impregnando os ares de perfume; as altaneiras árvores da floresta, com sua luxuriante ramagem de um verde vivo – todos testificam da terna e paternal solicitude de nosso Deus, e de Seu desejo de tornar felizes os Seus filhos”.  Ellen G. White, Caminho a Cristo, página 10.

O amor de Deus transparece em toda a Bíblia. No Antigo Testamento, Deus diz:  “Com amor eterno eu te amei, por isso com benignidade te atraí”.  Jeremias 31:3. E o Novo Testamento afirma:  “Aquele que não ama, não conhece a Deus, pois Deus é amor”.  1 João 4:8.

O amor de Deus para conosco não depende do que somos e sim do que Ele é. Tal amor foi demonstrado de maneira muito especial no sacrifício de Jesus.

Paulo afirma:  “Mas Deus prova o Seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”.  Romanos 5:8.

Eu gosto de afirmar que o amor de Deus é incondicional, mas o é, também, intencional. Deus nos ama a despeito de nós mesmos, mas Ele deseja, com Seu amor, transformar-nos em novas criaturas, preparando-nos para o Reino dos Céus.

Se você é apaixonado por Deus, então empatou, porque Ele é apaixonado por você. Deus nos ama com paixão!

 

Neumoel Stina

Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo

[email protected]

@pastorstina

stina.com.br