Resumo da Lição – O conflito

Vejam os itens mais importantes:

1. A igreja primitiva era composta principalmente de judeus. A questão para os primeiros cristãos judeus não era se seus compatriotas tinham que se tornar cristãos para aceitar a Cristo; ou se os gentios tinham que se tornar judeus antes que pudessem aceitar a Cristo.
2. O que era certo: os gentios não precisavam se tornar judeus antes de aceitar a Jesus. Mesmo assim, alguns “mestres” continuavam a tormentar as igrejas, impondo que os gentios convertidos à fé deveriam obedecer muitas regras e leis, considerados indispensáveis para os israelitas.
3. A religião do Novo testamento teve início com a Vinda do Messias, Jesus de Nazaré. Ele foi enviado por Deus para ser o Salvador. Em outras palavras, a salvação era por meio da justiça de Jesus, e nada mais!
4. Os santos do Antigo Testamento aguardavam com expectativa as bênçãos da era messiânica e a promessa de salvação. As pessoas deveriam aceitar a Jesus, acreditar nEle e se entregassem a Ele, seriam salvas por meio da justiça que Ele lhes oferecia.
5. Entretanto, os requisitos morais permanecem inalterados no Novo Testamento, pois foram fundamentados no caráter de Deus e de Cristo. A obediência à lei moral de Deus faz parte tanto da nova aliança como fez parte da antiga.
6. A lei moral no Novo Testamento continua valendo, pois é atemporal.
7. Ao mesmo tempo, foi interrompido todo o conjunto de leis rituais e cerimoniais distintamente israelitas, ligadas à antiga aliança, e que apontavam para Jesus e para Sua morte.
8. Teve início uma nova ordem com base em “promessas superiores”.
9. No livro de romanos, um dos principais objetivos de Paulo foi ajudar os judeus e gentios a compreender o que estava envolvido nessa transição do judaísmo para o cristianismo.
10. Muitos judeus que tinham aceitado Jesus ainda não estavam preparados para as grandes mudanças que estavam por vir.
11. Podemos classificar as leis do Antigo Testamento em várias categorias: 1- lei moral; 2-leis cerimoniais; 3-leis civis; 4-estatutos e juízos; 5- lei de saúde.
12. Lei moral = Dez Mandamentos – guardar a lei de Deus em diversas situações; leis civis = definem a relação do cidadão com as autoridades civis e com outros cidadãos; indicam também as penalidades para diversas infrações.
13. Leis cerimoniais = regulamentavam o ritual do santuário, descrevendo as várias ofertas e responsabilidades de cada cidadão; leis de saúde = se sobrepõem às outras leis; estão relacionadas à impureza e inclui princípios de higiene e saúde.
14. Distinções importante = Os Dez Mandamentos haviam sido pronunciados por Deus diretamente ao povo. As outras leis tinham sido transmitidas por meio de Moisés.
15. Enquanto os apóstolos se uniam aos ministros e leigos em Antioquia tentando ganhar muitas pessoas para Cristo, certos cristãos judeus da Judeia conseguiram introduzir um conflito generalizado na igreja e deixou os gentios consternados. Eles defendiam que, para ser salvo, era preciso ser circuncidado e guardar toda a lei cerimonial.
16. Diante do conflito, os líderes resolveram a pleno acordo, eleger homens e enviá-los com Barnabé e Paulo para se unirem aos outros cristãos para terem uma reunião ou um debate em Jerusalém.
17. Lá chegando, o grupo foi bem recebido pela igreja e relatou tudo o que Deus fizera com eles. Nesse encontro, Pedro tomou a palavra e disse: Deus conhece os corações e nos concede o Espírito Santo e cremos que formos salvos pela graça do Senhor Jesus; em seguida falou Paulo e Barnabé contando quantos sinais Deus fizera por meio deles.
18. A decisão foi: “não perturbar os gentios que se convertem a Deus”, Atos 15:19… em outras palavras, os gentios não precisavam ser circuncidados e não havia a necessidade de guardar toda a lei cerimonial.
19. Mas atenção! Ninguém sugeriu que os gentios não precisavam obedecer os Dez mandamentos.
20. Nesse concílio foram colocadas algumas regras que deveriam ser observadas: deviam se abster de comidas oferecidas aos ídolos, da imoralidade sexual e da carne e sangue de animais estrangulados, pois essas coisas eram ofensivas aos judeus.
21. Depois do concílio, infelizmente, muitos procuraram seguir seu próprio caminho, ignorando as decisões divulgadas. Para Paulo, alguns judeus negavam o próprio evangelho de Cristo.
22. Nas cartas de Paulo aos Gálatas e aos Romanos, Paulo enfatizou que a salvação era somente pela fé e não pela guarda da lei, mesmo da lei moral. Isso não quer dizer que a lei moral não deve ser obedecida.

Senhor Jesus, ajuda-nos, porque  como cristãos queremos viver em paz com nossos irmãos próximos a nós e com nossos irmãos da igreja. Ajuda-nos a praticar o mesmo espírito que Jesus tinha nos Seus relacionamentos. Amém!

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!
Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.

Link para a lição completa: http://mais.cpb.com.br/licao-adultos/