RESUMO da Lição – A autoridade de Paulo e o Evangelho.

Vejam os itens mais importantes:
1. No início de sua carta aos Gálatas, Paulo é apresentado como apóstolo, não da parte de homens, nem por intermédio de homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortes.
2. Paulo escreveu aos gálatas, sob orientação do Espírito Santo. O conteúdo tratou de situações específicas que o envolviam e também aos cristãos da Galácia.
3. Paulo era um missionário enviado aos gentios; fundou igrejas no redor do Mediterrâneo. Sempre que era possível visitava essas igrejas.
4. Para compensar sua ausência, Paulo escrevia Cartas a fim de lhes dar orientação. Com o tempo, cópias das suas cartas foram compartilhadas entre as igrejas.
5. Pelo menos, Paulo, se tornou autor de 13 Cartas do Novo Testamento.
6. Pedro em sua Carta, elogiou os escritos de Paulo e afirmou que seus escritos passaram a ser vistos como parte das Escrituras. Com certeza, Paulo conquistou muita autoridade no início de seu ministério e nos primórdios da história da igreja.
7. O formato básico das cartas de Paulo era comum a todos os escritos de cartas de seu tempo.
8. Partes das cartas: a- uma saudação de abertura; b- remetente; c- destinatário; d-Introdução; e- agradecimento; f- corpo principal da carta; g- encerramento.
9. Os contemporâneos de Paulo estavam familiarizados com o seu jeito de escrever.
10. A carta aos gálatas possui uma saudação mais longa do que as outras. Apresentou-se como apóstolo, alguém enviado ou mensageiro.
11. Paulo fazia questão de dizer que pertencia a um grupo especial: homens comissionados por Jesus para serem Suas Testemunhas e Seus seguidores.
12. Paulo afirmava que seu apostolado não se apoiava em qualquer ser humano.
13. Infelizmente, algumas pessoas não estavam contentes com a sua mensagem, que afirmava que a salvação era fundamentada na FÉ EM CRISTO apenas, e não nas obras da lei. Muitos acusavam que o evangelho apresentado por Paulo minava a obediência. Fizeram um ataque contra sua autoridade de apóstolo e escritor.
14. Ainda mais … muitas pessoas negaram: a- a importância de Paulo; b- que ele era um dos discípulos de Jesus; c- sua autoridade – falavam que não era de Deus, mas de homens – líderes de Antioquia, ou Ananias; d- sua mensagem- falavam que era sua própria opinião, não a Palavra de Deus.
15. Paulo, rapidamente se defendeu dizendo que Deus lhe havia concedido o apostolado.
16. Na saudação que Paulo fez aos gálatas, ele combinou duas palavras: graça (som grego) paz (saudação judaica).
17. Aspectos do evangelho de Paulo: a- fundamenta inteiramente no que Cristo realizou por nós por meio de Sua morte na cruz e da Sua ressurreição; b- a morte e a ressurreição de Cristo destruíram o poder do pecado e da morte, libertando seus seguidores do poder do mal.
18. Depois da saudação da carta de Paulo aos gálatas, ele deveria colocar uma palavra de oração ou agradecimento a Deus pela fé dos seus leitores. Não fez isso por causa mau importando deles.
19. Paulo usou palavras fortes para demonstrar sua preocupação com o que estava acontecendo na Galácia, os chamou de “filhos do diabo” os que pervertiam o evangelho. Ele os acusou de trair sua vocação como cristãos.
20. Paulo advertiu para que os gálatas não fossem desertores e nem dessem as costas para Deus. Não deveriam abandonar a Deus aceitando um evangelho diferente.
21. Paulo diz que “outro evangelho” ensinava que a fé em Cristo não era suficiente. Ficou tão incomodado que afirmou que qualquer pessoa que pregasse um evangelho diferente cairia sob a maldição de Deus.
22. A origem do evangelho de Paulo era Deus. Deus o havia chamado para ensinar e faria isso, não importando o que custasse.
23. Paulo finalizou que o evangelho que havia abraçado não era para obter a aprovação dos outros e nem para agradar as pessoas. Era impossível que o Evangelho que pregava fosse dele próprio.

Senhor Jesus, nós aceitamos a fundamentação do evangelho de Paulo que recebeu de Deus. Aceitamos o que Cristo realizou por nós por meio de Sua morte na cruz e da Sua ressurreição. Aceitamos a salvação por meio da graça de Jesus.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.

Olá, vejam o Resumo da Lição A autoridade de Paulo e o Evangelho no Facebook Dalva Amélia Menezes

Link para a lição completa: http://mais.cpb.com.br/licao-adultos/