O Último elo entre Deus e o Homem

Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai Celestial dará o Espírito Santo àqueles que Lho pedem? Lucas 11:13

Em Seu último ensino antes da cruz, o Senhor Jesus Cristo dedicou tempo e energia para falar de outra pessoa. Nos capítulos 14 a 16 de São João, Cristo ensinou sobre a unção do Espírito Santo e a disposição de Deus, o Pai, de enviar como Seu representante Alguém que testemunhasse Dele. O Espírito Santo é o último elo na cadeia do amor divino unindo o céu e a terra.

Como filhos de Deus, temos o privilégio de buscar e receber o Espírito Santo como consolador, guia, santificador e ajudador em nossas lutas.

Ellen White diz que “a descida do Espírito Santo sobre a igreja é olhada como estando no futuro; é porém, o privilégio da igreja tê-la agora. Buscai-a, orai por ela, crede nela. Precisamos tê-la, e o céu espera para concedê-la” (EV, pág. 70). Porém, qual é o nosso maior problema?

“Não estamos suficientemente dispostos a insistir com o Senhor em nossas petições, e a suplicar-Lhe o dom do Espírito Santo. Deus quer que O importunemos a esse respeito. Deseja que apresentemos com insistência nossas petições ao trono de graça e misericórdia” (FEC, pág. 537).

Muitos dos problemas de relacionamento nas famílias, na igreja, no ambiente de trabalho e entre cônjuges seria inexistente se o Espírito Santo de Deus estivesse na vida daqueles que professam seguir a Jesus. “Quem não tem o Espírito Santo de Deus não pode receber os dons que vêm do próprio Espírito de Deus e de fato nem pode entendê-los” (C.C, pág. 19).

O dom maior é o amor e se está faltando amor é porque falta o Espírito Santo de Deus; mesmo sendo oferecido como presente enviado pelo céu como o último elo entre o coração amoroso de Deus e o coração que crê!

Você tem clamado pelo poder do Espírito Santo?

Feliz Sábado!

Pr. Gilson Grüdtner