O Pecado Da Justificação Própria


No Salmo 51 verso quatro, o rei Davi confessa que pecou contra Deus e fez o que era mal aos Seus olhos. Após reconhecer seu grave pecado, ele procurou um lugar de arrependimento e humilhação e não deu desculpas para seus erros.

O livro Patriarcas e Profetas, página 27, diz que “o espírito de justificação própria originou-se com o pai da mentira, foi alimentado por nossos primeiros pais logo que se renderam à influência de Satanás, e tem sido apresentado por todos os filhos e filhas de Adão. Em vez de humildemente confessar os pecados, procuram escudar-se lançando a culpa sobre outros, sobre as circunstâncias ou sobre Deus, fazendo mesmo de Suas bênçãos motivo para murmuração contra Ele.”

Diante dos seus erros, você tem somente duas opções: reconhecer que errou, arrepender-se e corrigir-se, ou tentar se auto justificar, culpando aqueles que não são culpados ou as circunstâncias, como forma de autoengano.

É fácil reclamar quando você sofre com desapontamento. É fácil se justificar quando erra. Fácil e inútil. É fácil encontrar algo ou alguém em quem jogar a culpa. Mas isso realmente não melhora a situação.

Quando alguma coisa o derruba, a melhor outra coisa a fazer é voltar a se levantar.

Pessoas de sucesso passam por tantas dificuldades quanto qualquer um, se não mais. A diferença entre a vitória na fé e o fracasso não é o número de vezes que você é derrubado. A diferença está na velocidade com que você se levanta e recomeça a corrida em busca do seu maior propósito que é a eternidade.

Reclamar e jogar a culpa nos outros ou nas circunstâncias só faz com que você demore ainda mais para reconhecer sua culpa e para descobrir que a coisa mais certa a fazer é se levantar e prosseguir.

Quando você cair, pare e pergunte-se: “O que posso fazer para não repetir esse erro? Que atitudes posso tomar? O que me fará levantar rapidamente e seguir em frente?” Não seja você parte dos reclamadores que carregam a auto justificação quando caem. Seja um cristão bíblico. Levante-se e vá ter com Jesus, peça o dom genuíno do arrependimento; peça perdão e a paz que você perdeu. Levante-se e focalize seus esforços em avançar, e para frente e para cima você irá.

“Não há barreiras que Satanás ou o homem possa levantar que a fé não seja capaz de atravessar”, afirmou Ellen White.

Pr. Gilson Grüdtner