O Meu Pastor

A Bíblia nos mostra Jesus como Pastor. Em 1 Pedro 5:4, Ele é chamado de “Supremo Pastor”. Em Hebreus 13:20, Ele é chamado de “O grande Pastor das ovelhas”.

O Salmo 23, porém, é o mais conhecido de todos, e nele Jesus é apresentado como “o meu Pastor”.

Claro que Ele é o Supremo Pastor, o Grande Pastor das ovelhas, mas  “o Meu Pastor”, parece-me que fala mais ao nosso coração, pois dá a impressão de algo muito pessoal, e é verdade.

Jesus é o pastor de cada um de nós. Isso implica em individualidade. Quer dizer que Ele se preocupa conosco pessoalmente, individualmente.

Agora, não podemos deixar de mencionar o sofrimento do Pastor. Ele foi ferido, foi maltratado. Finalmente Ele morreu para salvar Suas ovelhas. Que Pastor!

Lembre-se de que Ele foi ferido na cabeça, nas mãos, nos pés, nas costas e também no coração. Se somadas as posições todas, veremos que Ele foi ferido em sete lugares. É claro que não existe nada de mimo nisso, a não ser lembrar que o sete é também o número da plenitude, da perfeição.

É com razão que Davi disse: “O Senhor é o meu Pastor, por isso nada me faltará”, Salmo 23:1.

Hoje eu quero falar ao seu coração. Deixe o grande Pastor, o supremo Pastor, o seu Pastor cuidar de você!

Pode saber que ninguém como Ele pode melhor cuidar de você!

Diga comigo: aceito a Jesus como o meu Pastor!

Louvado seja Deus!

 

Neumoel Stina

Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo

pastorstina@gmail.com

@pastorstina

stina.com.br