Não ameis o mundo

Dentre os muitos conselhos que a Palavra de Deus, a Bíblia, nos dá, quero destacar hoje um, escrito por João, o discípulo amado: “Não ameis o mundo”.

“Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente.” 1 João 2:15-17.

Embora vivamos no mundo, não pertencemos a ele. Foi Jesus quem afirmou essa verdade maravilhosa dizendo: “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” João 17:15-17.

Será que um cristão corre o risco de amar o mundo de tal maneira que abandone o evangelho, que abandone o Senhor Jesus?

Posso afirmar e provar que sim. Se alguém se apegar às coisas desta vida, fatalmente, vai deixar as coisas do reino de Deus para depois, e assim, será tarde demais.

Vou comprovar o que estou afirmando com a experiência bíblica de alguém chamado Demas.

Demas foi um cooperador do apóstolo Paulo, certamente muito valoroso, pois em algumas cartas o próprio apóstolo cita seu nome:

“Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas.” Colossenses 4:14.

“Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus, Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.”  Filemom 1:23-24.

A parte triste da história de Demas está na segunda carta que Paulo escreveu a Timóteo, seu amado filho na fé. Ele disse: “Procura vir ter comigo depressa. Porque Demas, tendo amado o presente século, me abandonou e se foi para Tessalônica; Crescente foi para a Galácia, Tito, para a Dalmácia. Somente Lucas está comigo.” 2 Timóteo 4:9-11.

Demas, tendo amado o presente século, me abandonou.

Quem ama o mundo, abandona os amigos, abandona o evangelho, abandona o Senhor Jesus.

Por isso Jesus nos orienta: Buscai, pois, em primeiro lugar, o reino de Deus e a sua justiça, e todas as outras coisas vos serão acrescentadas.”  João 6:33.

Concluo dizendo o seguinte: só existe uma maneira de não amarmos o mundo com seus inúmeros e convincentes atrativos: buscando sempre em primeiro lugar o reino dos Céus e o Senhor Jesus, quer é a justiça do reino de Deus!

Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo

pastorstina@gmail.com

@pastorstina

stina.com.br