Saudade de Casa

Existem muitas coisas gostosas em nossa vida. Parece até que as mais simples são as principais. Um bom banho, um prato saboroso, um passeio, um bate-papo com amigos, praticar o esporte favorito, tomar chuva no verão, a fruta predileta, etc.

Nada, porém, se compara ao prazer de voltar para casa. Pergunte a quem ficou longo tempo internado num hospital, ou então para um prisioneiro de guerra; ou, ainda, para quem ficou perdido na mata.

Nossa casa tem algo que parece sobrenatural; e, talvez, o seja mesmo. Eu amo minha casa onde posso estar com minha família. Já viajei por muitos lugares, mas nunca encontrei nada melhor que o meu lar.

Da mesma forma que sentimos saudade de casa, de quando em vez sentimos saudade também do Lar eterno.

Você sabia que essa saudade do Lar foi plantada por Deus em nosso coração?

Veja o que está escrito em Eclesiastes 3:11, “Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também plantou a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até o fim”.

Só assim é possível compreender como podemos ter saudade de algo que nunca vimos e nem nunca vivemos.

Quando nós juntamos a saudade que sentimos do Lar eterno com alguma promessa de Deus que nos lembra que logo estaremos com Ele para sempre, então aparece aquele desejo de que o que está para acontecer aconteça logo.

Veja a promessa de Apocalipse 22:7, “Eis que venho sem demora”. Mas você poderia, ainda, lembrar o que está escrito em João 14:3, “Virei outra vez e vos receberei para mim mesmo”.

Para quem permite que o amor de Deus invada seu coração, é muito natural encontrar o sentido da vida. Entretanto, para quem vive longe do Senhor há muitas coisas que não fazem sentido algum.

Logo estaremos voltando para casa em definitivo.

Louvado seja o Senhor.

Neumoel Stina
Pastor Sênior da IASD do UNASP Campus São Paulo
pastorstina@gmail.com
www.stina.com.br
@pastorstina