Onde está o seu amor?

Jesus, quando interrogado sobre o grande mandamento da lei de Deus, resumiu tudo numa só palavra. Amor. “Chegando um dos escribas, tendo ouvido a discussão entre eles, vendo como Jesus lhes houvera respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o principal de todos os mandamentos? Respondeu Jesus: O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor! Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes”. Marcos 12:28-31.

O amor é o grande resumo da existência. Todavia, não basta apenas amar. É necessário amar corretamente. Jesus recomendou que o amor deve ser a Deus e ao próximo. Com distinção: A Deus sobre todas as coisas, isto é: com toda a energia e ao próximo como a nós mesmos.

A Palavra de Deus, através de João, nos adverte para que não amemos o mundo. “Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente”. 1 João 2:15-17.

No sermão da montanha Jesus abordou o assunto com clareza ao ensinar o que está em Mateus 6:19-21. “Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.

Tudo o que somos e temos deve ser direcionado para o reino de Deus. Nossa mente e coração devem estar em harmonia com Deus e Seu reino. Nossos sonhos e realizações devem estar na eternidade, no novo céu e na nova terra.

Que jamais aconteça conosco o que aconteceu com Demas, amigo do apóstolo Paulo. Escrevendo a Timóteo, Paulo afirmou ter sido abandonado por Demas, porque Demas amou o presente século.(2 Timóteo 4:10).

Amados meus, vamos direcionar nosso amor para Deus, que nos amou primeiro, e para nosso próximo por quem Jesus também morreu, assim como morreu por nós.

Que o amor de Deus direcione e dimensione o nosso amor!

Neumoel Stina
Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo
pastorstina@gmail.com.br
@pastorstina
stina.com.br