Imagens de unidade

Vejam os itens mais importantes:
1. Nós cristãos, que gostamos de estudar a Bíblia, já percebemos que ela é repleta de IMAGENS e SÍMBOLOS. Por exemplo, a essência de todo o sistema sacrifical bíblico, é um símbolo de uma realidade muito maior: Jesus Cristo e o plano da salvação.
2. Muitas outras imagens são usadas na Bíblia, como: água, fogo,  vento, etc.
3. No seu conjunto, as imagens revelam muitas coisas sobre a unidade da igreja, como o relacionamento da igreja com Deus, os relacionamentos entre os membros e a relação da igreja com a comunidade.
4. “O povo de Deus é raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamar as virtudes Daquele que o chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz”. I Pedro 2:9
5. “Geração eleita, sacerdócio real e nação santa” = indica que o povo de Deus foi separado para um propósito especial de anunciar o caráter amoroso de Deus e Suas grandezas.
6. A igreja são pessoas, mas não qualquer tipo de pessoas. São pessoas que pertencem a Ele, que O reclamam como seu Pai e Salvador, que foram redimidos por Cristo e que Lhe obedecem.
7. Desde os dias de Adão, dos patriarcas que vieram antes e após o Dilúvio, e de Abraão, Deus fez uma aliança com Seu povo para que ele representasse Seu amor, misericórdia e justiça para o mundo.
8. – Qual país hoje merece o título de “nação santa” ?  Sinceramente, nenhuma! As nações e etnias são compostas por muitas pessoas que não merecem o amor nem a graça de Deus. Deus tinha um plano especial de muito amor com Israel, mas… o povo não correspondeu.
9. Apesar do pecado e da apostasia, Deus manteve Sua promessa a Abraão de que, por meio de Cristo, Ele salvaria Seu povo.
10. Outra imagem do povo do Senhor no Novo Testamento é a “Casa” de Deus. É uma metáfora de pedras e edifícios que destacam a natureza complexa dos relacionamentos humanos na igreja. Pedro se referiu aos cristãos como “pedras vivas”. I Pe 2:5
11. Paulo usou duas imagens da igreja: uma inerte (casa ou edifício) e outra viva (família).  – O que significa? a- uma pedra não é valiosa por si só, mas unida a outras pedras se torna capaz de suportar as tempestades da vida. Concordamos: nenhum cristão pode ser uma pedra isolada, mas deve estar ligado a outros na comunhão da família de Deus; b- para que um edifício seja sólido, precisa estar sobre um forte fundamento = Cristo é o nosso fundamento; Cristo é a “pedra angular” da casa de Deus. Ef 2:19-22
12. E a imagem da família = se baseia nos relacionamentos entre as pessoas. É uma imagem familiar onde existe um forte vínculo e uma grande lealdade. Logo, nós, os membros da igreja também fazemos parte da família de Deus. Estamos ligados uns aos outros, principalmente porque temos algo em comum: experiência do “novo nascimento” e assim, nosso relacionamento precisa ser sincero e leal.
13. Outra imagem de edifício utilizada por Paulo é a do santuário de Deus ou do Espírito Santo. É a imagem de um edifício valioso. Em Coríntios 6:19 encontramos a ideia que se refere ao nosso corpo como o Santuário do Espírito Santo.
14. Em I Co 3:16 e 17, Paulo se referiu à igreja não como um edifício ou residência, mas pensando em muitas pessoas (original grego). Essa metáfora se refere a uma entidade coletiva. Paulo queria ensinar que os cristãos em Corinto formavam o santuário do Espírito Santo, e em sentido espiritual, Deus habitava entre eles.
15. Atenção! existe uma advertência: todas as pessoas que tentarem destruir essa comunhão (relacionamento), sofreria consequências. A unidade dos cristãos está no centro dessa comunhão.
16. Segundo estudiosos, quando Paulo escreveu “nosso corpo como santuário” NÃO está falando do cuidado do nosso corpo, e sim está enfatizando a importância da unidade da igreja.
17. O que podem destruir o santuário de Deus segundo Paulo? inveja,  divisão e os conflitos na igreja. Logo, Deus deseja que os membros eliminem atitudes e comportamentos que ameaçam a unidade.
18. “Rogo-vos, irmãos, pelo nome de Jesus, que faleis todos a mesma coisa e que NÃO haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente UNIDOS, na mesma disposição mental e no mesmo parecer”.
I Co 1:10
19. A imagem mais conhecida da igreja que enfatiza a unidade é o CORPO. “Assim como o corpo é UM e tem MUITOS membros e constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo.
20. I Co 12;12.27  Vós sois corpo de Cristo; e, individualmente, membros  desse corpo. Assim como um corpo é uma unidade, composta de muitas partes, cada uma com sua função e responsabilidade, assim também a igreja como corpo de Cristo. A unidade ocorre por meio da diversidade!
21. O Espírito Santo é a fonte da expressão da diversidade. O corpo por meio da diversidade expressa a plenitude e a riqueza de Seu corpo.
22. Essa imagem fala ao nosso coração. Nas últimas décadas, a Igreja Adventista do 7º Dia cresceu muito. Ela é composta por pessoas de quase todas as origens, culturas e ambientes que podemos imaginar. Essa diversidade deve ser moldada pelo Espírito Santo a favor da unidade. Apesar de  nossas diferenças, ao pé da Cruz somos todos iguais.
23. “Cristo é o cabeça da igreja, sendo Ele mesmo o salvador do corpo”. Ef 5:23 Cada cristão é espiritualmente ligado a Cristo, o corpo inteiro é nutrido com o mesmo alimento. Precisamos valorizar e praticar veementemente o estudo da Bíblia, a obediência ao que aprendemos nela e as experiências comuns de adoração e oração pela unidade no corpo de Cristo.
24. Somos unidos em um único Pastor; há um só rebanho, um só aprisco e uma única porta de entrada para o aprisco. Há uma só voz do Pastor que guia as ovelhas; as ovelhas são unidas na morte e na ressurreição do Bom Pastor.
25. Ouvir a voz do Pastor é crucial para a igreja. A unidade e a segurança para nós, membros da igreja, dependem de nossa proximidade do Senhor e nossa submissão à obediência à Sua voz.

Senhor Jesus, queremos participar das atividades da igreja dispostos a promover e vivenciar a unidade conforme as orientações da Bíblia, apesar das nossas diferenças. Venha nos ajudar. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem!
Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.