Exercendo Nossa Vontade

Gosto muito de um texto sagrado escrito pelo dedicado apóstolo Paulo, que diz: “Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o homem tem e não segundo ele não tem.” II Coríntios 8:12
Deus concedeu pelo menos um dom a cada cristão, e Ele espera o exercício desse dom para Sua glória e para benefício do próximo. No entanto, quando a fé é esquecida, o coração não é santificado, e alguns cristãos criam obstáculos para o exercício desse dom. “A impossibilidade está em nossa própria vontade. Se não quiserdes não vencereis. A dificuldade real vem da corrupção de um coração não santificado, e da involuntariedade de se submeter à direção de Deus.” Parábolas de Jesus, 331.
“Você só precisa compreender a verdadeira força da vontade. Este é o poder que governa a natureza do homem: o poder de decidir, de escolher. Tudo depende da ação correta da vontade. O poder da escolha que Deus deu ao ser humano deve ser exercitado.” Caminho a Cristo, pág. 47.
Ao aceitarmos Jesus Cristo como Salvador e Senhor de nossa vida, recebemos do Espírito Santo o convite para fundirmos nossa vontade com a vontade divina e através de nossos dons, participarmos da missão.
Qual é o seu dom? Visitar os tristes e abatidos? Doar alimentos aos pobres? Cuidar de um doente? Ser um intercessor? Cantar? Pregar? Ensinar a palavra de Deus? Distribuir literatura cristã? Convidar amigos para virem à igreja? Existem tantos dons quantas são as necessidades dos seres humanos, sendo a maior delas, conhecer Jesus e a vida eterna. “Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo e sereis minhas testemunhas.” Atos 1:8
Seja qual for seu dom espiritual, ele deverá servir para testemunhar do amor de Deus e da graça salvadora de Jesus Cristo. Não existe cristão verdadeiro que não seja uma testemunha de Jesus Cristo.
O que está lhe faltando? Não seria, talvez, exercer a vontade que Deus lhe deu? O poder humano de pensar, escolher, decidir e agir?
Quando o Espírito Santo desce sobre um cristão, torna-o amoroso, compassivo, pacificador e servo. Nosso preparo devido para a eternidade envolve o uso de nossos dons na missão onde somos instrumentos do santificador Espírito Santo.
Que você busque o poder do Espírito Santo em sua vida e exerça o poder da vontade ao decidir exercer seu dom, tendo paixão por Cristo e compaixão pelo próximo!
Viva o evangelho que você aceitou, através de seus dons!
Pr. Gilson Grüdtner