Enfrentando a Oposição

Segue o Resumão da Lição da Escola Sabatina, Vejam os itens mais importantes:
1. Relembrando a história … Com a chegada de Esdras em Jerusalém em 457 a.C. as coisas mudaram: a cidade e o muro começaram a ser reconstruídos de maneira intermitente. Treze anos depois, Neemias chegou e a construção do muro foi finalmente retomada. Foi um trabalho duro, e houve intensa oposição.
2. A resistência à obra de Deus é um tema predominante nos livros de Esdras e Neemias. Esses servos de Deus enfrentaram problemas. Época? a.C.! E hoje, 2019? Com certeza, para onde quer que nos voltemos no mundo de hoje, há resistência à obra do Senhor. Satanás faz tudo para atrapalhar a propagação das boas novas do Evangelho e atrapalhar todos os tipos de relacionamentos. Uma constatação: Mesmo pessoas cristãs que se colocam nas mãos de Deus, procurando realizar a Sua vontade enfrentam oposição. A solução ? Seguir o exemplo de Neemias e Esdras!
3. Como iniciou a oposição? Os adversários de Judá e Benjamim ofereceram ajuda para edificação do templo, mas… Zorobabel e outros líderes repreenderam esses “voluntários” porque falavam que buscavam o Deus verdadeiro e na realidade, tinham intenção de espalhar a religião pagã dos cananeus. O que aconteceu? O remanescente israelita optou por recusar a ajuda.
4. É bom recordar que a consequência das práticas da religião pagã, levou à destruição do templo, bem como ao exílio. Os povos vizinhos começaram a desanimar os israelitas na construção do templo e a colocar conselheiros para frustrarem o plano deles.
5. Consequentemente, os israelitas estavam com medo e pararam de reconstruir a cidade e o templo.
6. Diante desse empasse, surgiram os profetas enviados por Deus para encorajaram os israelitas: Ageu e Zacarias.
7. O que Ageu e Zacarias fizeram? Enfrentaram a crise. Motivaram e impulsionaram os israelitas à ação novamente. Ageu fez uma advertência aos israelitas, dizendo que eles não haviam priorizado a construção da Casa do Senhor, mas as suas próprias casas, por isso estavam sofrendo.
8. Os inimigos resolveram enviar uma carta aos Reis Dario, Xerxes e Artaxerxes, insinuando que os israelitas não pagariam mais impostos caso a cidade e o templo fossem reedificados.
9. O povo das nações vizinhas declarou que, se a cidade fosse reconstruída, o rei perderia seu poder sobre ela.
10. E o rei aguentou a pressão? Não. Ele ordenou que o trabalho fosse interrompido, e o povo enviou um exército para impedir a reconstrução da cidade. Realmente a obra de Deus parou!
11. Quando a oposição nos impede de realizar um chamado de Deus, qual é a nossa atitude? Questionar a orientação divina ? duvidar dela? Parar a tarefa?
12. Atenção: o medo pode paralisar nossa mente, e os pensamentos se transformam em desespero e desamparo, em vez de nos concentrarmos no poder de Deus.
13. Depois de tantas interrupções, Neemias entrou em cena. Os israelitas oraram muito, e então, Neemias organizou uma vigilância ativa e bem interessante: a- o povo fazia turnos durante o dia e à noite para se protegerem de um ataque iminente; b- organizou pessoas para ficarem ao redor do muro, munindo-as com armas, prontas para lutar; c- os servos que estavam trabalhando foram divididos em 2 grupos: um trabalhava e o outro segurava armas; d- cada construtor segurava uma espada com uma mão e com a outra, acrescentava tijolos, pedras e argamassa ao muro.
14. Resultado: Os israelitas liderados por Neemias fizeram a parte deles e o Senhor fez o resto.
15. A fé de Neemias na proteção divina é inspiradora, porém, não ficou sentado esperando a crise passar … orou muito a Deus, enfrentou os problemas com os israelitas e se prepararam da melhor maneira que puderam.
16. Gostamos de citar dois apelos de Neemias: 1- Ne 4:13 e 14 “Não os temais: lembrai-vos do Senhor, grande e temível, e pelejai pelos vossos irmãos, vossos filhos, vossas filhas, vossa mulher e vossa casa”. 2- “O nosso Deus pelejará por nós”. Ne 4:19 e 20
17. O que aconteceu? Os israelitas agarraram-se à promessa de que Deus pelejaria por eles e perceberam que o Senhor estava por trás do que eles estavam fazendo, e isso lhes deu coragem para seguir em frente e continuaram o trabalho.
18. Neemias considerava a tarefa de reconstruir a cidade e o templo uma GRANDE OBRA, porque ela havia sido dada pelo Senhor. Além disso, o nome e a honra do Senhor estavam em jogo em Jerusalém.
19. Mesmo Neemias fazendo uma grande obra para o Senhor, foi vítima de tentativas para detê-lo e matá-lo. Como assim? Sambalate e outros governadores escreveram uma carta para Neemias pedindo que ele fosse encontrá-los nas aldeias no Vale de Ono. Ele foi? Claro que não, pois percebeu que era uma cilada. Enviou mensageiros para dizer a Sambalete e aos seus companheiros que estava realizando uma GRANDE OBRA. Quatro vezes Neemias recebeu cartas com o mesmo pedido… ele foi ? NÃO! Enviou a mesma resposta.
20. Numa quinta carta enviada a Neemias, os governadores acusaram Neemias de desejar tornar-se REI. Neemias não deu atenção a essa acusação. Por último, Semaías, um falso profeta, enviou mensagem para Neemias dizendo que ele deveria entrar no interior do templo para se encontrar com alguns líderes. Vocês acham que Neemias iria entrar no interior do templo? Claro que não; ele conhecia todos os procedimentos e orientações a respeito do templo; naquele lugar sugerido por Semaías ele não estava autorizado entrar. O plano de fazer mal a Neemias foi frustrado. Deus estava com ele e o protegeu.
21. Aplicações para nossa vida: 1- Precisamos estar atentos o tempo todo, porque Satanás sempre quer atrapalhar quando decidimos aceitar e realizar o chamado de Deus; 2- Os filhos de Deus sempre enfrentarão oposição, mesmo procurando fazer o que é correto e buscando realizar a vontade do Senhor; 3- A oposição humana não faz Deus parar com Seus planos e nem abandonar Seus filhos; 4- Precisamos saber lidar com o medo, ele pode nos atrapalhar, nos enfraquecer e nos derrotar; 5- Precisamos confiar no poder de Deus e em Suas promessas; 6- Precisamos enfrentar os problemas e as crises, planejar e realizar possíveis ações, e esperar que o Senhor fará o resto;
22. Continuação – Aplicações para a nossa vida: 7- Assim como Esdras e Neemias foram homens de oração, devemos imitá-los. 8- Devemos valorizar o trabalho que fazemos para Deus, assim como Neemias fez – “grande obra”; 9- Se estivermos andando com Deus, Ele pelejará por nós, claro, é certa a vitória!

Senhor Jesus, venha nos ajudar… Desejamos aprender com Esdras e Neemias a ter paciência e perseverança; aprender a lidar com os problemas e crises, a orar e confiar no Seu poder e em Suas promessas.

Feliz Sábado!
Sejam felizes!
Estudar a Bíblia faz bem!
Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.