Eis-me Aqui!

Louvado seja o Senhor porque a salvação é um dom da graça de Deus. Ninguém, jamais, poderá  aproximar-se de Deus e vê-Lo em Sua glória a menos que passe pelo processo da lavagem no sangue do Cordeiro de Deus.

A Palavra ensina que são “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro”, Apocalipse 22:14.

Deus tem Sua maneira própria de lavar-nos, de  purificar-nos. É Ele quem tem o poder para isso, não nós.

No caso de Isaías, vemos que a maneira usada por Deus foi dar uma visão ao profeta e, ao mesmo tempo, tocá-lo com uma brasa viva tirada do altar.

Isaías estava preocupado, por isso foi ao templo para ver se Deus tinha para ele alguma mensagem. Deus apresentou-se como o Rei do Universo, o Senhor dos Exércitos. O jovem Isaías ficou tomado de um desejo tão forte de ser fiel e leal a Deus, que se sentiu desafiado a executar uma obra de destaque. A resposta de Isaías nos inspira ainda hoje: “Eis-me aqui, envia-me a mim”, Isaías 6:8, última parte.

Em nossos dias, Deus ainda desafia Seus filhos e filhas com a mesma indagação: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós”? Isaías 6:8, primeira parte.

Há muitas profissões maravilhosas, importantes e, até mesmo, imprescindíveis em nossos dias; mas, nada,  se compara ao privilégio de ser um profeta de Deus, um missionário de Cristo, uma testemunha do poder transformador do Evangelho.

Deus continua buscando e perguntado: “A quem enviarei?” Que nossa resposta pessoal seja a mesma de Isaías: Eis-me aqui!

Seja essa a nossa experiência com Deus, especialmente agora que nos aproximamos do final da história.

Louvado seja Deus!

 

Neumoel Stina

Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo

pastorstina@gmail.com

@pastorstina

stina.com.br

 

stina.com.br