Do orgulho à humildade

Segue o Resumão da Lição desta semana –- Do orgulho à humildade
Vejam os itens mais importantes:
1. Orgulho tem sido considerado o verdadeiro pecado original. Ele foi manifestado primeiramente em Lúcifer, um anjo nas cortes do Céu.
2. Deus disse por intermédio de Ezequiel: “Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu esplendor; lancei-te por terra, diante dos reis te pus, para que te contemplem”. Ez 28:17 3. Afirmamos que o orgulho levou à queda de Lúcifer, e agora Satanás usa esse orgulho para levar inúmeros outros à destruição.
4. Vale a pena relembrar que todos os dons que temos, tudo o que realizamos com esses dons vêm somente de Deus.
5. E o rei Nabucodonosor, era orgulhoso? Sim… muito orgulhoso! Levou muito tempo para ele compreender a importância da humildade.
6. Nesse estudo vamos focalizar Daniel 4 – Deus concedeu a Nabucodonosor um segundo sonho. Desta vez ele não esqueceu. O rei convocou TODOS os sábios para interpretá-lo, mas nenhum conseguiu… E Daniel apresentou-se para fazer a interpretação.
7. Narração do sonho pelo rei Nabucodonosor: “eu vi uma árvore no meio da terra, cuja altura era grande; crescia a árvore e se tornava forte e a sua altura chegava até o céu; e era vista até os confins da terra. A sua folhagem era formosa e o seu fruto, abundante que alcançava o Céu e um ser celestial ordenou que ela fosse cortada. Somente o toco e as raízes deveriam ser deixadas na terra e seriam molhados pelo orvalho. A folhagem era formosa e o seu fruto abundante, e havia nela sustento para todos; debaixo dela os animais do campo achavam sombra e as aves do céu faziam morada nos seus ramos, e todos os seres viventes se mantinham nela. Dn 10-12 8. Continuação do sonho… vi um vigilante, um santo que descia do céu clamando: derribai a árvore, e cortai-lhe os ramos, sacudi as folhas, espalhai o seu fruto; afugentem-se os animais de debaixo dela e as aves, dos seus ramos. Mas o tronco, com as raízes, deixai na terra, atada com cadeias de ferro e de bronze, na erva do campo. Seja ela molhada do orvalho do céu, e a sua porção seja, com os animais, a erva da terra. Dn 4:13 e 14 9. E mais, o santo continuou: seja mudado o seu coração e lhe seja dado coração de animal e passe sobre ele 7 tempos a fim de que conheçam os viventes que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens […]” Dn 4:16 10. Daniel com muita sensibilidade interpretou o sonho do rei Nabucodonosor e disse: a- a árvore = representa o senhor; o corte da árvore, etc. = será expulso de entre os homens e a sua morada será com os animais, comerá ervas como os bois e será molhado pelo orvalho! Mensagem muito dura e ruim para o rei!.
11. Nabucodonosor era orgulhoso e sua gestão foi marcada com a construção de jardins, sistema de canais e centenas de templos e outros projetos … Babilônia era conhecida como uma das maravilhas do mundo antigo. Mas… Mas…
12. O esplendo de Nabucodonosor foram conseguidos mediante a exploração de mão de obra escrava e negligência aos pobres. Além disso, procurava satisfazer seus desejos e prazeres. Era muito egoista e egocêntrico!
13. Daniel fez um apelo ao rei para que ele se arrependesse de seus pecados e injustiças e usasse de misericórdia para com os pobres e seus dias seriam prolongados. Dn 4:27 14. Nabucodonosor não se rendeu… ignorou os conselhos de Daniel; não se arrependeu… não se importou com os pobres e nem reconheceu a soberania de Deus Altíssimo. Quanto orgulho!
15. O que aconteceu? O decreto celestial foi executado. Enquanto ele andava no seu palácio louvando a si próprio, foi afligido por uma condição mental (possivelmente loucura), que forçou sua expulsão do palácio real. Passou a comer erva com os animais e seu corpo foi molhado pelo orvalho.
16. Hoje, sua doença seria chamada de “disforia de espécie”, a sensação de que o corpo da pessoa é da espécie errada, e por isso, existe o desejo de ser um ANIMAL.
17. Nabucodonosor aprendeu da maneira mais difícil a lição “o Céu domina”. Precisou viver com os animais do campo. Sua aparência = cresceram os cabelos como as penas da águia, e as suas unhas, como as das aves. Dn 4:33 Isso durou 7 anos! Muito tempo!
18. É um alerta para nós… precisamos reconhecer em todos os momentos que “o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens”.
19. No final dos 7 anos, Nabucodonosor relata: “levantei os olhos ao Céu e tornou-me a vir o entendimento e eu bendisse o Altíssimo e louvei, e glorifiquei o que vive para sempre, cujo domínio é sempiterno, e cujo reino é de geração em geração.
20. Essa história mostra e exemplifica a misericórdia do Deus Criador.
21. O rei havia perdido 3 oportunidades anteriores de aceitar o Deus verdadeiro de Israel: 1- quando reconheceu a sabedoria excepcional dos 4 hebreus; 2- quando Daniel interpretou o seu primeiro sonho; 3- quando os 3 amigos de Daniel foram libertos da fornalha ardente; 4- Deus lhe concedeu a quarta chance – restaurou o seu ofício real.
22. O rei arrependido, declarou: “Todos os moradores da Terra são por Ele reputados em nada”. Ou seja … o homem não tem NADA do que se vangloriar. Dan 4:35 23. Aplicações da lição para nossa vida hoje: 1- o orgulho já levou muitas pessoas à queda, logo, precisamos ser cuidadosos para não cometermos esse pecado; 2- vamos sempre nos lembrar que somos dependentes de Deus para todas as coisas; 3- seguir o exemplo de Daniel quanto à sua sensibilidade e sinceridade no momento de exortação; 4- devemos ajudar os pobres e necessitados praticando a caridade cristã; 5- quando servimos aos pobres com nossas posses, honramos a Deus e reconhecemos o Seu senhorio; 6- devemos reconhecer que o Altíssimo tem domínio sobre o reino dos homens; 7- grandes mudanças podem ocorrer na nossa vida quando levantamos nossos olhos para o Céu; 8- Assim como Deus transformou o coração de Nabucodonosor, Ele pode transformar o nosso coração; 9- ficamos encantados com o amor e misericórdia do nosso Deus; 10- Deus Se agrada quando demonstramos humildade e gratidão a Ele, nosso Pai.

Senhor Jesus, pedimos que nos ajude. Queremos ser transformados e desejamos espalhar as boas novas do Evangelho. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem!
Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.