Digno é o Cordeiro

Vejam os itens mais importantes:
1. De acordo com Apocalipse 4:1, Jesus convidou João a subir ao Céu para lhe mostrar uma visão geral da história, desde seus dias até o retorno de Jesus.
2. João descreveu o que viu com muitos detalhes: a- vi uma porta aberta no céu, e uma voz como de trombeta dizendo para eu subir; b- vi no céu o trono, e no trono alguém sentado; c- Esse, era semelhante no aspecto à pedra de jaspe e de sardônico; d- ao redor do trono havia um arco-íris semelhante no aspecto à esmeralda; e- vi um concílio celestial na sala do trono.
3. O que significam ou simbolizam tudo
isso ? a- o trono = o domínio de Deus e Sua autoridade para governar a criação; b- o arco-íris = fidelidade de Deus às Suas promessas; e- concílio = pessoas que confirmavam o legítimo governo de Deus sobre o Universo.
4. A questão central do grande conflito entre Deus e Satanás = QUEM TEM O DIREITO DE GOVERNAR? Nos capítulos 4 e 5 de Apocalipse é revelado por que o Senhor Deus é digno de adoração e em Apocalipse 5:9-14 por que o Cordeiro é digno. Vejamos as descrições mais importantes abaixo:
5. a- O Senhor Deus é digno de adoração, digno de receber a glória, a honra e o poder, “porque as coisas TU CRIASTE, sim, por Tua vontade vieram a existir e foram criadas todas as coisas”.
6. b- Digno é o Cordeiro, de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, porque FOI MORTO.
7. Logo, na verdadeira adoração, narramos e celebramos os poderosos atos de CRIAÇÃO e REDENÇÃO de Deus.
8. Importante: Deus criou o mundo em seis dias, e tem o poder e a capacidade de restaurá-lo à sua condição original e transformá-lo no Lar Eterno para Seu povo.
9. Quantos são e quem eram as pessoas que formavam o concílio ou a assembleia na sala do trono? O que faziam?
a- 24 anciãos vestidos de branco com coroas de ouro sentados em 24 tronos; simbolismo = vestidos de branco = traje do povo fiel de Deus; coroas de ouro = coroas de vitória. Tudo isso sugere que os 24 anciãos sejam os SANTOS GLORIFICADOS.
b- 4 seres viventes tendo 6 asas, cheios de olhos, e ao redor e por dentro; não têm descanso nem de dia e nem de noite e proclamavam: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo poderoso, Aquele que ERA, que É, e que HÁ de VIR”. Ap 4:8 seres viventes = seres exaltados que servem a Deus como Seus agentes e guardiões de Seu trono; asas = rapidez na execução das ordens de Deus; olhos = inteligência”.
10. Os 24 anciãos prostravam diante dAquele que se encontrava no trono, ao que vive pelos séculos dos séculos e os seres viventes também deram glória e ações de graça ao que se encontra sentado no trono; depositaram as suas coroas diante do trono, proclamando “Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder”. Ap 4:9-12
11. Algo mais sobre o número 24, que é simbólico = consiste em 2 conjuntos de 12, sendo o número 12 um símbolo do povo de Deus na Bíblia.
12. Os 24 anciãos = representam o povo de Deus em sua totalidade, dos tempos do Antigo Testamento e Novo Testamento. 24 também reflete os chefes dos 24 grupos de sacerdotes que se revezavam nos serviços do tempo terrestre.
13. João continuou a sua descrição da visão: “vi na mão direita daquele estava sentado no trono UM LIVRO escrito por dentro e por fora, selado com 7 selos. Vi um anjo que proclamava em voz alta: – quem é digno de abrir o livro e de desatar os selos? Eu, João, chorava muito, porque ninguém se achava digno de abrir o livro. Em seguida, um dos anciãos me disse: “Não chores, eis que Cristo, o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus 7 selos.
14. Em resumo, o que tinha dentro do livro? O mistério de Deus a respeito dos Seus planos para resolver os problemas do pecado e salvar o ser humano caído. Teremos plena compreensão desse mistério na segunda Vinda de Cristo.
15. Por que Cristo é o ÚNICO em todo o Universo digno de pegar e abrir o livro? Porque Ele é o Cordeiro que foi morto e venceu e Se tornou nosso Mediador no santuário celestial.
16. Simbolismo = quando Cristo pega o livro, significa que Ele tem toda a autoridade e soberania do Universo. Nesse momento, todo o Universo reconhece o legítimo governo de Cristo sobre a Terra. O que foi perdido com Adão, foi recuperado com Cristo.
17. Um detalhe importante: um número incontável de hostes angélicas se uniu aos anciãos e aos seres viventes para louvar ao Cordeiro. Naquele momento, TODAS as criaturas no Céu e na Terra se reuniram oferecendo real adoração ao Pai quanto a Cristo.
18. O significado do Pentecostes – em Atos 2:1-4 podemos confirmar a realização de um dos eventos mais decisivos na história do plano da salvação: a investidura de Cristo em Seu ministério como Sumo Sacerdote e Rei no santuário celestial, após o Seu sacrifício na Cruz do Calvário.
19. A exaltação de Cristo no santuário celestial foi seguida do Espírito Santo sobre os discípulos. 7 espíritos indicam plenitude da ação do Espírito Santo.
20. Na entronização de Cristo, o Espírito foi enviado à Terra; foi uma das primeiras ações de Cristo como nosso Sumo Sacerdote. Jesus havia Se apresentado ao Pai e o Pai aceitou Seu sacrifício. Nesse ato, os anjos O adoraram.

Senhor Jesus, nossa única esperança está em Ti, como nosso Salvador, nosso Sacerdote e Rei. Somos gratos porque o Senhor sempre esteve com Seu povo, e estará até o fim. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes!
Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.