As Sete Últimas Pragas

Vejam os itens mais importantes:
1. O capítulo 15 de Apocalipse começa com a imagem de SETE anjos segurando SETE taças cheias da IRA DIVINA. Antes desses acontecimentos ocorrerem, podemos ter um vislumbre do povo de Deus no futuro.
2. Afirmamos no início desse estudo: TODOS aqueles que escolherem ficar do lado da besta, sofrerão as consequências e TODOS aqueles que recusarem a marca da besta serão protegidos das sete últimas pragas.
3. Por que Sete últimas Pragas? Porque virão no fim da história da Terra.
4. As sete últimas pragas serão derramadas pouco antes da segunda vinda de Cristo. Elas cairão sobre aqueles que endureceram o coração contra o amor redentor de Deus e não se arrependeram.
5. A ira de Deus é o justo juízo de Deus sobre as escolhas que as pessoas fizeram, e os perdidos colherão as consequências das próprias escolhas.
6. Leiam Ap 15:8 A expressão “ninguém podia penetrar no santuário” = indica o fechamento da porta da graça. Quando o ministério de Cristo como nosso mediador no Céu chegar ao fim, a PORTA de oportunidade para o arrependimento se fechará para sempre. O destino de cada indivíduo terá sido determinado para sempre.
7. As últimas pragas NÃO levarão ninguém a se arrepender; elas revelarão a dureza do coração dos que escolheram se juntar a Babilônia.
8. As últimas pragas: 1ª. praga – infligirá feridas dolorosas e repugnantes EXCLUSIVAMENTE aos adoradores da besta; 2ª. praga – o mar se tornará em sangue e acontecerá a morte de todos os seres que vivem no mar; 3ª praga – o rio e as fontes das águas se tornarão em sangue; 4ª. praga – o sol aumentará muito o seu calor e queimará as pessoas, causando dor insuportável; 5ª. praga – atingirá o trono da besta; o seu reino será tenebroso e as eles morderão suas línguas de dor.
9. Por causa da dor, os adoradores da besta amaldiçoarão e blasfemarão a Deus, que executa essas pragas. Também ninguém se arrependerá. Ao sofrerem, perceberão a incapacidade da Babilônia de protegê-los. Nem mesmo o terror das pragas mudará seu coração.
10. 6ª. praga – o secamento do Rio Eufrates – colapso de Babilônia no tempo do fim. O rio Eufrates representa os poderes civis, seculares e políticos do mundo que apoiam a Babilônia; o secamento do Eufrates, simboliza a retirada de seu apoio e seu posterior ataque contra Babilônia, assim, causando a sua QUEDA.
11. Diante desse caos, as pessoas se tornarão um solo fértil para o engano final, pelo qual levará o mundo a se unir contra o povo de Deus a fim de exterminá-lo da face da Terra.
12. A seca simbólica do Eufrates, preparará o caminho para a chegada dos reis que vêm do Oriente a fim de prover libertação ao povo de Deus no tempo do fim.
13. em Ap 16:12, os reis que vêm do Oriente são Cristo e Seu exército de anjos celestiais. Em Sua segunda vinda, Jesus aparecerá com Sua hoste celestial, como mostra Ap 17:14, Cristo VENCERÁ as forças satânicas que oprimem Seu povo.
14. O conflito final contra Cristo e Seus fiéis culminando com a segunda vinda de Jesus é conhecido como a BATALHA do ARMAGEDOM!
15. Leiam Ap 16:13 e 14 – João viu três espíritos demoníacos semelhantes a rãs. Logo, a última tentativa de Satanás de enganar envolverá 3 espíritos demoníacos mentirosos: 1- o dragão = paganismo e espiritualismo; 2- a besta do mar = catolicismo romano; 3- o falso profeta = protestantismo apostatado.
16. Esses 3 poderes se unirão no tempo do fim a fim de persuadir o mundo a segui-lo, em vez de seguir o Deus verdadeiro.
17. Cegos por seu ódio a Deus à Sua verdade, os líderes do mundo, prontamente crerão nas mentiras de Satanás, mascaradas por uma agradável aparência religiosa. 2Ts 2:9-12 Finalmente, eles se unirão na última batalha, que levará ao fim desse mundo.
18. Os milagres enganosos de Satanás alcançarão sucesso mundial. Muitas pessoas crerão em uma mentira acompanhada de milhares enganosos… Ela se unirão em um propósito, simbolizado pela reunião dessas pessoas em um “lugar” chamado ARMAGEDOM, que significa = “Monte de Megido”.
19. Megido não era um monte, mas uma cidade-fortaleza localizada no sopé da cordilheira do monte Carmelo, um lugar estratégico.
20. Quando falamos em Megido, podemos relacionar ao monte Carmelo, local de um dos maiores confrontos da história de Israel entre o verdadeiro profeta de Deus – Elias e os falsos profetas de Baal 1Rs18.
21. Conhecemos a história e o final feliz: Deus enviou fogo do Céu como sedemonstração que Ele é o único Deus verdadeiro e o único a ser adorado.
22. Enquanto a questão espiritual da batalha do Armagedom é resolvida antes que venham as pragas, os que se posicionarem ao lado do dragão, da besta e do falso profeta serão totalmente controlados pelo diabo. Escolheram o lado errado e clamarão para que os montes os escondam. Ap 6:16
23. Armagedom não é uma batalha militar entre as nações do Oriente Médio, mas uma disputa espiritual, em que Cristo confrontará as forças das trevas. O resultado?
24. O resultado será como foi no monte Carmelo, mas em uma escala mundial: A VITÓRIA DE DEUS SOBRE AS FORÇAS DAS TREVAS.

Senhor Jesus, desejamos estar sempre ao lado da verdade e fazer parte do povo de Deus. Desejamos ser fiéis até o fim. Venha nos ajudar. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!
Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.