Ainda Assim

É fácil viver sorrindo quando tudo está bem, assim como ser cristão quando não há perseguições.

Como nos portamos, no entanto, quando o mundo desaba da noite para o dia…quando chega a doença, o sofrimento… ou quando,  até, os bens mais primários começam a faltar… quando nos sentimos abandonados por todos, inclusive por Deus?

É claro que Deus nunca nos abandona, porém, por vezes as nuvens são tão densas sobre nossa cabeça que nem mesmo conseguimos perceber a presença de Deus.

Foi o que aconteceu com Jesus, o Filho amado de Deus, nosso Senhor e Salvador, quando se sentiu completamente desamparado no calvário, a ponto de gritar: “Por que me desamparaste”? Mateus 27:46.

Quero compartilhar com você um pensamento escrito por Habacuque.“Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é a minha fortaleza”, Habacuque 3:17-19.

Deus está nos ensinando que devemos confiar plenamente em Suas providências.

A vida do cristão não deve ter como alicerce as situações da vida, mas sim a confiança em Deus que é nossa fortaleza.

O Salmo 46, declara: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam”, versos 1-3.

Termino dizendo que seremos mais bem-sucedidos se confiarmos, plenamente, no Senhor mesmo quando tudo parecer perdido.

Como Habacuque, devemos viver uma vida de alegria no Senhor. Mesmo que tudo esteja destruído, ainda assim devemos exaltar no Deus da nossa salvação.

 

 

Neumoel Stina

Pastor Sênior da IASD do UNASP, Campus São Paulo

pastorstina@gmail.com

@pastorstina

stina.com.br