A segunda viagem missionária

Vejam os itens mais importantes:
1. De volta a Antioquia, Paulo e Barnabé alimentaram espiritualmente a igreja e se envolveram em novos trabalhos evangelísticos. Essa foi a última vez que eles trabalharam juntos.
2. Podemos relembrar um grave desentendimento que levou a separação dessa dupla; o motivo foi Marcos, primo de Barnabé. Quando Paulo convidou Barnabé para retornar aos lugares que haviam evangelizado, Barnabé quis levar o primo, mas Paulo foi contra, por causa do fracasso anterior. Atos 13:13
3. Por incrível que pareça, a separação de Paulo e Barnabé transformou-se em bênção, pois cada um percorreu uma área mais ampla do que haviam planejado juntos.
4. Barnabé levou consigo Marcos e retornou a Chipre.
5. Paulo, convidou Silas para acompanhá-lo. O plano de Deus para Paulo era muito maior do que ele havia concebido.
6. De volta ao trabalho, Paulo foi diretamente para Derbe e Listra. Ali chegando, encontraram um discípulo chamado Timóteo, filho de uma judia crente chamada Eunice e um pai gentio grego.
7. Eunice, uma mãe cuidadosa, ensinou as Escrituras para Timóteo desde a sua infância.
8. Timóteo era judeu, mas não era circuncidado (talvez o seu pai não havia concordado). Foi convidado para ser colaborador de Paulo.
9. Paulo resolveu circuncidar Timóteo por causa dos judeus daqueles lugares; foi uma decisão prática.
Qual foi o trabalho inicial de Timóteo e Paulo? “Ao passar pelas cidades, entregavam aos irmãos as informações e/ou orientações tomadas pelos apóstolos e presbíteros de Jerusalém. Assim, as igrejas eram fortalecidas na fé e aumentavam em número dia a dia”. Atos 16:4 e 5
10. Depois de visitar novamente os lugares em que havia estado em sua primeira viagem, Paulo decidiu ir para o sudoeste, para Éfeso, mas o Espírito Santo impediu de fazê-lo; decidiu ir para Bitínia; novamente o Espírito Santo o impediu; e para onde ele foi? Foi para a cidade portuária de Trôade que dava opção para várias direções.
11. À noite, Paulo teve uma visão – “viu um varão macedônio que estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos” Atos 16:9 Imediatamente, Paulo e seus companheiros partiram para Macedônia.
12. Ao chegarem em Macedônia, seguiram para Filipos onde fundaram a primeira congregação cristã na Europa.
13. Em Filipos não havia sinagoga; Paulo e seus companheiros foram à beira de um rio para orar, juntamente com algumas mulheres judias e gentias tementes a Deus. Encontraram com Lídia, uma vendedora de púrpura que foi batizada, ela e toda a sua casa. Houve também outro episódio: eles encontraram uma jovem possessa, de espírito adivinhador que dava grande lucro aos seus senhores.
14. Paulo ficou indignado e em nome de Jesus Cristo ordenou que ela fosse curada. E na mesma hora ficou curada.
15. O que aconteceu? os senhores da jovem acima citada, ficaram irados e arrastaram Paulo e Silas para a praça perante as autoridades. Uma multidão se ergueu contra eles e os preceptores rasgaram as vestes dos dois missionários; em seguida, mandaram açoitá-los com varas. Paulo e Silas apanharam muito! lamentavelmente foram lançados na prisão.
16. Um carcereiro especial foi designado para cuidar de  Paulo e Silas; este, prendeu-lhes os seus pés no tronco.
17. Maravilha: à meia noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus; os demais companheiros escutavam. De repente, sobreveio um terremoto e todas as portas foram abertas! E todos foram libertos! Quando o carcereiro acordou, ficou apavorado e queria suicidar-se… Paulo bradou em alta voz para que ele não fizesse isso.
18. O carcereiro prostrou-se diante de Paulo e Silas e perguntou: ”Senhores, que devo fazer para ser salvo? responderam: “crê no Senhor Jesus, e serás salvo, tu e tua casa”. E lhes pregaram a Palavra e o carcereiro e todos da sua casa foram batizados. A família do carcereiro cuidou das feridas de Paulo e Silas e deram-lhes comida em sua casa.
19. A família do carcereiro estava muito contente porque havia conhecido a Deus. Depois de alguns empasses, Paulo e Silas saíram da prisão.
20. Depois da prisão, Paulo e Silas foram diretamente para Tessalônica, a capital da Macedônia. Ali chegando, Paulo foi  procurá-los na sinagoga por três sábados a fim de compartilhar o evangelho. Muitos gentios  aceitaram a mensagem de Paulo. Eles formaram um grupo separado na casa de Jasom.
21. Os judeus tiveram inveja do sucesso de Paulo e Silas. Movidos por ciúme, os adversários começaram uma rebelião. Queriam pegar os missionários, mas não os encontrou.
22. Diante de tudo isso, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Bereia. Felizmente, a realidade era outra: os bereanos receberam a Palavra com um desejo ardente, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram de fato assim.
23. Novamente, logo que os judeus souberam do trabalho de Paulo, foram excitar e perturbar o povo. Os irmãos pediram que Paulo partisse dali… Silas e Timóteo ficaram em Bereia.
24. Depois da Bereia, Paulo chegou em Atenas. O cenário era difícil: o centro intelectual da Grécia antiga estava entregue aos ídolos. Paulo ficou muito angustiado e começou a debater com judeus e gentios na sinagoga aos sábados e em todos os dias na praça púbica com os gregos.
25. Os gregos convidaram Paulo para ir ao Areópago – conselho superior da cidade. Paulo foi e apresentou algumas verdades bíblicas importantes.
26. Em seu discurso no Areópago, Paulo falou sobre o Deus Criador e verdadeiro, salvação, história e o ser humano. A maior parte de suas palavras soaram ridículas aos ouvintes. Algumas pessoas creram na mensagem de Paulo, entre elas, Dionísio, um membro do Areópago e sua esposa, Dâmares.
27. Depois de Atenas, Paulo foi para Corinto. Eli encontrou-se com Áquila, e Priscila, sua mulher, que se tornaram amigos de Paulo pelo resto da vida. Esse casal tinha a mesma profissão de Paulo: fabricavam tendas.
28. Todos os sábados pregavam na sinagoga para judeus e gregos. Quando Silas e Timóteo chegaram da Macedônia, trouxeram dinheiro das igrejas de lá, o que permitiu que Paulo se dedicasse inteiramente à pregação.
29. Muitos creram na mensagem de Paulo em Corinto, com destaque a Crispo, líder da sinagoga e sua família.
30. Teve Paulo durante a noite uma visão em que o Senhor lhe disse: “Não temas; pelo contrário, fala e não te cales; porquanto Eu estou contigo e ninguém ousará fazer-te mal, pois tenho muitas pessoas nesta cidade”. Paulo permaneceu ali um ano e meio.
31. Mais uma vez, uma perseguição… muitos judeus não concordaram com a mensagem de Paulo e o levaram para o tribunal. Gálio, procônsul da Acaia os advertiu e os expulsou do tribunal. Paulo foi espancado diante do tribunal… Gálio não se incomodou…
32. Como terminou a segunda viagem missionária? Depois de Corinto, Paulo voltou para a Antioquia levando consigo Átila e Priscila. Quando chegou em Éfeso, deixou-os ali. Aproveitou a oportunidade e pregou aos judeus na sinagoga. Despediu-se de seus irmaõs dizendo: “Se Deus quiser, voltarei para vós outros”. E partiu de Éfeso.

Cristo Jesus, queremos ser colaboradores do Senhor e espalhar as boas novas de salvação, assim como fez Paulo e seus companheiros. Amém.                                                                                                 
Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.

Link para a lição completa: http://mais.cpb.com.br/licao-adultos/