A mensagem de Jesus às sete igreja

Vejam os itens mais importantes:

1. Por intermédio de João em Patmos, Jesus enviou uma carta com sete mensagens para o Seu povo. Sete = plenitude = dirige a todos os filhos de Deus.

2. Essas mensagens estavam relacionadas às igrejas na Ásia dos dias do apóstolo; elas também descrevem profeticamente em símbolos a condição da igreja ao longo da história.

3. Características das cartas: 1- todas começam com Jesus dirigindo-Se à igreja específica; 2- depois começa com a frase – “estas coisas diz…”;  3- Jesus faz uma avaliação da igreja;  4- Jesus aconselha sobre a maneira de sair da sua tribulação;  5-  Jesus faz um apelo para ouvir a mensagem do Espírito; 6-  são dadas as promessas aos vencedores.

4. Semana passada já falamos da igreja de Éfeso: ano 31 d.C. até o ano 100 d.C.

5. FOCO > ESMIRNA – período – 100 d.C. a 313 d.C. Era uma cidade bela e rica, mas também um centro de adoração obrigatória ao imperador. Quem se recusasse participar, podia perder o status legal, sofrer perseguição e martírios.

6. Período da perseguição = “os dez dias” = 10 anos; 303 d.C. até 313 d.C. promovida por Diocleciano e a liberdade religiosa concedida por Constantino, o Grande. Ap 2:10

7. Advertência – Eu sou o primeiro e o último, estive morto e tornei a viver: conheço a tua tribulação, mas tu és rico e a blasfêmia dos que declaram judeus, e não são, antes formam sinagoga do diabo; não temas as coisas que tens de sofrer, mas cuidado – o diabo está pronto para lançar em prisão alguns; tereis tribulação de dez dias.

8. Apelo – Sê fiel até à morte, dar-te-ei a coroa da vida.

9. O vencedor = de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte.

10. FOCO > PÉRGAMO – período: 313 a 538 d.C. Foi o centro de vários rituais pagãos, incluindo o culto a Asclépio, o deus da cura representado por uma serpente. As pessoas de toda parte vinham para serem curadas. Era um porto marítimo cerca de 56 km ao norte de Éfeso.

11. Pérgamo tinha uma função da liderança na promoção do culto ao imperador, como Esmirna. Os cristãos viviam em Pérgamo onde Satanás habitava e seu trono estava ali -referência ao culto ao imperador.

12. Advertência – Eu sou aquele que tem a espada afiada de dois gumes: conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás e que conservas o Meu nome, e não negaste a minha fé, nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Não sigam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas, até mesmo comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticar relações sexuais ilícitas.

13. Apelo – Arrepende-te e venho a ti sem demora, e contra eles pelejarei com a espada da minha boca.

14. Vencedor – dar-lhe-ei  o maná escondido, bem como uma pedrinha branca, e sobre essa, escrito um novo nome, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.

15. FOCO > TIATIRA – período de 538 a 1565 d.C. Não tinha importância política nem cultural, e a igreja era obscura. Era uma cidade famosa pelas suas associações de classe, indústrias de lã e tinturas. Para dirigir um negócio, ter um emprego ou pertencer a associações comerciais, as pessoas eram obrigadas a comparecer aos festivais ou atividades dos rituais do templo, às vezes imorais.

16. E as pessoas que não obedeciam? eram excluídas das associações e recebiam sanções. Os cristãos eram excluídos por amor ao evangelho.

17. Advertência – não tolerem Jezabel, que seduz os seus servos a praticarem a prostituição e comerem coisas sacrificadas aos ídolos. Refere-se à esposa do rei Acabe, que levou Israel à prostituição. Jesus a retratou como espiritualmente imoral.

18. O perigo não veio de fora da igreja, mas de dentro: a tradição substituiu a BÍBLIA, um sacerdócio humano e relíquias sagradas substituíram o SACERDÓCIO DE CRISTO. Gravíssimo: AS OBRAS foram consideradas o meio da salvação. Muitos cristãos foram perseguidos e mortos por não aceitarem essas influências corruptoras.

19. Apelo – Arrependei-vos das obras da prostituição. Eu sou aquele que sonda a mente e corações, e vos darei a cada um segundo vossas obras. Conservai o que tendes, até que Eu venha.

20. Vencedor – Eu lhes darei autoridade sobre as nações e com cetro as regerá e as conduzirá a pedações […]; dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã = o próprio Jesus ou a vida eterna.

21. FOCO > SARDES – período pós-Reforma de 1565 até 1740. A cidade teve uma história gloriosa, mas havia perdido sua glória.

22. Advertência – a igreja se degenerava em um formalismo morto. O compromisso com Cristo havia diminuído. Não tenho achado íntegras as tuas obras.

23. Apelo – Sê vigilante; se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás em que hora virei contra ti.

24. Vencedor – será vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do livro da vida; confessarei o seu nome diante do Meu Pai e anjos.

25. FOCO > FILADÉLFIA – período de 1740 a 1844 – Essa cidade ficava na estrada comercial imperial e servia como passagem, uma porta aberta para um grande e fértil planalto. As pessoas iam buscar saúde e cura ali. Os habitantes se mudaram para o campo, devido frequentes terremotos.

26. A mensagem a essa igreja se aplica profeticamente ao grande REAVIVAMENTO do PROTESTANTISMO que ocorreram na Grã-Bretanha e na América, onde os cristãos buscaram guardar a Palavra de Deus, obedecer os mandamentos e viver uma vida pura.

27. A porta aberta, é caminho/passagem e uma referência da passagem no santuário celestial, do lugar santo para o santíssimo.

28. Advertência – tens pouca força, mas guardaste a Minha palavra e não negaste o Meu nome.

29. Apelo: venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.

30. Vencedor = fá-lo-ei coluna no santuário do Meu Deus e daí jamais sairá. Gravarei sobre ele o nome do Meu Deus, o nome da cidade do Meu Deus, a nova Jerusalém vinda da parte do Meu Deus, e o Meu novo nome.

31. FOCO > LAUDICEIA – de 1844 até os nossos dias… cidade estava situada numa importante estrada comercial. Famosa por ter uma indústria de fabricação de lã, seus bancos, muito ouro e uma escola de medicina. Os cidadãos se achavam autossuficientes.

32. Advertência – complacência que levava à letargia espiritual. Assim como a água que chegava à cidade, eles eram MORNOS. Declaravam ser ricos e não precisar de nada; no entanto, eram POBRES, NUS e CEGOS em relação à sua condição. Eles estavam precisando de  “vestiduras brancas”. Precisavam se preparar antes que fosse tarde demais.

33. Apelo – De Mim compres ouro refinado, vestiduras brancas e colírio a fim de que vejas. Eu repreendo e disciplino a quantos amo. Sê, pois zeloso e arrepende-te.

34. Vencedor – dar-lhe-ei sentar-se Comigo no Meu trono, assim também como Eu venci, e Me sentei com meu Pai no Seu trono.

Senhor, somos gratos a Ti pelo Seu amor, pelas advertências e apelos visando o nosso bem espiritual. Queremos atender o Seu chamado e nos preparar para sentarmos no Seu trono. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes!

Estudar a Bíblia faz bem!

Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.