A leitura da Palavra

Olá familiares e amigos,
Segue o Resumão da Lição da Escola Sabatina – A leitura da Palavra, vejam os itens mais importantes:
1- Em continuação à história de Esdras e Neemias… Finalmente, o muro de Jerusalém foi terminado. Com a colocação dos portões, os israelitas, sob orientação de Neemias, completaram a tarefa principal.
2- Quando o muro foi concluído, as nações vizinhas reconheceram que o Deus dos israelitas era o Deus verdadeiro e que Ele havia feito a obra, isto é, por intervenção Dele.
3- Após a conclusão do muro, Neemias nomeou um governador para Jerusalém, seu irmão Hanani, e um líder para a
cidadela chamado Hananias. Esses homens eram íntegros, homens de confiança e demonstravam reverência a Deus. A genealogia não foi levada em consideração.
1- Depois do trabalho concluído, todos os israelitas se reuniram na praça da cidade no Sétimo mês, provavelmente o mês mais importante para os israelitas, por ser dedicado às Festas das Trombetas, Festa dos Tabernáculos e Dia da Expiação. Qual foi o objetivo desse encontro? Ler a Lei, uma oportunidade de aprender sobre Deus e Sua história.
2- O povo pediu para Neemias que trouxesse o livro de Moisés para ser lido. Foi construído um púlpito para essa ocasião. É provável que Neemias tenha lido os livros de Moisés, que incluía a Lei dada a Moisés no Monte Sinai.
3- Para relembrarmos… O que Moisés disse para as pessoas? a- aprendam e temam ao Senhor e cuidem de cumprir as palavras da Lei; b- ensinem aos seus filhos a temerem a Deus. Interessante: todos deveriam participar – homens, mulheres, crianças e estrangeiros que viviam dentro dos portões.
4- Esdras trouxe a Lei para ler perante a assembleia. O que Ele leu? Somente os Dez Mandamentos.
5- A referência ao livro da Lei deve ser entendida como os cinco livros de Moisés = Gênesis a Deuteronômio, conhecida como a Torá hebraica.
6- O termo Lei = instruções de Deus, que nos permitem conhecer o caminho que precisamos trilhar para não perder o alvo.
7- Quando Esdras leu essas instruções, o grupo ouviu a história desde a criação até os dias de Josué.
8- Ouvir a Palavra do Senhor fazia muito bem aos israelitas. Esdras foi uma bênção! Como resultado, o povo tomou uma decisão consciente de ouvir e obedecer, pois estava interessado em saber mais a respeito de Deus.
9- Ouvir a Palavra de Deus também faz bem a todos nós hoje! Fartar-nos da Palavra faz surgir em nossa vida um anseio mais profundo de Deus.
10- E vocês? Como se relacionam com a Palavra de Deus? Dedicam tempo para ler, meditar e obedecer?Tomara que sim!
11- Numa certa ocasião, dois grupos de 13 homens permaneceram com Esdras durante a leitura. O primeiro grupo de 13 ajudou a ler a Palavra de Deus e o segundo grupo de 13 ajudou na compreensão das passagens. O local era em praça aberta. Tempo? Desde a manhã até ao meio-dia. E a língua usada? Hebraico. As pessoas haviam retornado de Babilônia e lá falavam aramaico. Acreditamos que os mais jovens tiveram mais dificuldade de entender a língua.
12- Vale ressaltar que ouvir e ter uma pessoa para dar explicação, tornam o texto vivo e incentiva os ouvintes a aplicar as informações pessoalmente no dia a dia.
13- Importante: cada cristão deve conhecer a Palavra de Deus por si mesmo e não deve aceitar cegamente a palavra de mais ninguém quanto à verdade bíblica… mas… muitas pessoas foram abençoadas porque foram auxiliadas por um pastor, um amigo ou um vizinho na compreensão de algum capítulo ou versículo.
14- Quando Esdras abriu a Palavra de Deus, a Torá hebraica, o povo se levantou. Antes de ler buscaram a Deus em oração e disseram “Amém, Amém” erguendo as mãos para o céu. Os líderes disseram que o povo ficou impressionado e começou a chorar.
15- Por que o povo chorou? Porque compreendeu e reconheceu a sua pecaminosidade diante de um Deus Santo. Porque quando Deus Se revela a nós e compreendemos que Ele é cheio de amor, misericórdia, bondade e fidelidade, reconhecemos nossas falhas e deficiências e desejamos ser diferentes, melhores cristãos. Ver a santidade de Deus por meio da Sua Palavra nos faz perceber nossa condição terrível de pecadores e dependentes da graça de Jesus.
16- Esse dia, era especial, acontecia a Festa das Trombetas, no qual o curto toque das trombetas sinalizava a importância da preparação do coração para as mensagens. Era hora de estar diante de Deus e arrepender-se.
17- No dia seguinte, os líderes do povo foram a Esdras para aprender mais sobre o Livro Sagrado. Essa iniciativa de buscar mais conhecimento da Palavra e mais conhecimento de Deus muito alegrou a Esdras.
18- Esdras e os líderes leram, na Lei do Senhor, a ordem para que o povo habitasse em tendas no sétimo mês. Assim, eles se organizaram para recolher ramos de árvores e construir tendas a fim de cumprir essa ordem. Isso mostra que os líderes estavam dispostos não só a obedecer ao Senhor, mas levar o povo a fazer o mesmo. Ne 8:13-18
19- Vale destacar que os israelitas estavam agindo de acordo com o que estava escrito. Ne 8:15
20- O livro de Levítico 23:39-43 relata que os israelitas deveriam celebrar “A Festa” e por sete dias alegrar-se perante ao Senhor, seu Deus. Em outras palavras, ao se lembrarem dos atos divinos de misericórdia, graça e salvação, o povo precisava se alegrar com o que o Senhor havia feito por eles. Claro, confirma o relato de Neemias.
21- Os israelitas deveriam se alegrar porque “a alegria do Senhor era a sua força”. Ne 8:10.
22- Deus deseja que nós, Seus filhos sejamos alegres, que nos regozijemos e desfrutemos a vida. Não é qualquer tipo de alegria, e sim, a alegria que vem porque conhecemos a Deus e a realidade do Seu amor. Todos os dias devemos nos esforçar para nos deleitar no Senhor e em Sua bondade. Devemos nos alegrar por tudo o que Ele nos concedeu. Além disso, a alegria em Deus nos dá força para enfrentar o dia e lidar com o que surge em nosso caminho.
23- Aplicações para nossa vida hoje: 1- Precisamos reconhecer a importância de ler, interpretar e praticar a Palavra de Deus corretamente; 2- É importante ler a Palavra de Deus individualmente e em grupo como fizeram os israelitas na época de Esdras e Neemias; 3- Na hora da Leitura e estudo da Palavra, ninguém deve ficar de fora, nem as visitas (ou estrangeiros) nem as crianças; 4- Quanto mais lermos a Palavra de Deus, mais vontade teremos de ler; mais reconheceremos a santidade, bondade e fidelidade de Deus e consequentemente, perceberemos cada vez mais a nossa pecaminosidade e dependência da graça de Jesus;
24- Continuação – Aplicações para nossa vida hoje: 5- Precisamos tomar a decisão consciente de ler, ouvir e obedecer a Palavra de Deus; 6- Quando mais perto da Palavra de Deus, mais perto de Deus; 7- O estudo e a explicação tornam o estudo da Palavra de Deus mais vivo e facilita a aplicabilidade; 8- É desejo de Deus que sejamos alegres e desfrutemos a vida com a verdadeira alegria que vem porque conhecemos a Deus e por tudo que Ele fez, faz e fará por nós.

Senhor Jesus, venha nos ajudar… Desejamos amar cada dia mais a Tua Palavra.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.