A canção de amor do rei

Segue o Resumão da Lição da Escola Sabatina, Vejam os itens mais importantes:
1. Entre as estações da vida, uma das mais importantes é o CASAMENTO.
2. Vale ressaltar que nem todos se casam ou nem todos desejam se casar.
3. Para aqueles que escolhem o casamento, concordam que essa decisão traz desafios e bênçãos especiais. Entre essas bênçãos está o maravilhoso DOM da sexualidade. No tempo e lugar certos, esse dom pode ser uma poderosa expressão de amor.
4. A Bíblia não é contra o sexo. A Bíblia é contra o uso indevido desse maravilhoso DOM do Criador para o ser humano.
5. O livro bíblico de Cântico dos Cânticos de Salomão, um dos livros menos lidos e bem pequeno, descreve o relacionamento entre uma jovem noiva, Sulamita, e seu amado, o rei Salomão. O livro é um poema sobre o amor em um relacionamento muito real entre um homem e uma mulher.
6. Nas Escrituras, o corpo humano, inclusive suas características sexuais, integra todo o ser. Somos seres completos, tendo corpo e fôlego de vida. Somos indivisíveis. A vida é corpo e espírito. A pessoa inteira deve ser santificada, separada para o propósito santo planejado por Deus.
7. Em Cantares, cada parte do corpo do homem e da mulher é elogiada e comparada a coisas belas e prazerosas. Exemplo: pés formosos, coxas como joias, umbigo como uma taça redonda que não falta vinho; ventre como montão de trigo, cercado de lírios; seios como dois filhos gêmeos da gazela ou cachos de uva; pescoço como torre de marfim, olhos como as piscinas de Hesbom, nariz como torre do Líbano, cabeça como o monte Carmelo; cabelos como a púrpura, e o rei está preso pelas tranças; o cheiro do fôlego como o das maçãs e o beijo como um bom vinho! E tem muito mais…
8. Os aspectos físicos do amor conjugal não são um constrangimento. Mesmo assim, existem muitos tabus sexuais em muitas culturas. Os casados muitas vezes têm dificuldade de se comunicar em relação à sua vida íntima. Os filhos, semelhantemente, muitas vezes são privadas da oportunidade de aprender sobre sexualidade no contexto de um lar cristão com as informações e orientações corretas.
9. Estudando a Bíblia,  o povo de Deus deve se sentir mais confortável em relação à sexualidade, de maneira que esse assunto seja tratado com respeito e a dignidade devidos a esse dom tão grandioso do Criador.
10. De acordo com o livro de Cantares, o amor percorre uma jornada: a amizade, o romance, o carinho, a admiração e o sexo. Há beleza na amizade, quando um cuida do outro. Feliz é o marido cuja esposa é uma amiga querida; feliz é a esposa cujo marido é um amigo querido.
11. A intimidade natural do amor romântico é um dom do Criador, a fim de ajudar os cônjuges a se unirem intimamente um com o outro no casamento. Vocês prestaram atenção? Amor romântico é muito bem vindo … a mulher aprecia muito o companheiro romântico! e o homem se agrada de uma companheira carinhosa que faz surpresas bem agradáveis …
12. Ellen G. White afirma: quando o amor de Deus está no coração do casal, seu amor humano é “refinado e apurado, elevado e enobrecido”. O amor verdadeiro não é natural ao coração humano, é um dom do Espírito Santo. Quanto mais o esposo e a esposa amarem a Deus, mais poderão se amar. Quanto mais perto de Deus o casal estiver, mais amor, carinho, bondade, gentileza, compreensão, respeito e perdão terá para dar e receber. Esse amor vai refletir positivamente no relacionamento com os filhos.
13. Vale ressaltar também que É O AMOR abnegado que une os cristãos no corpo de Cristo. Cantares nos chama a fazer desse amor uma força ativa no relacionamento com o cônjuge.
14. Em relação à vida íntima, constatamos o convite que Salomão e a sua amada fazem um ao outro para “entrarem no jardim”. O convite e o prazer são recíprocos. O apóstolo Paulo falou da intimidade sexual do marido e mulher. O corpo dele pertence a ela; e o dela, a ele. 1Co 7:3-5 “O meu amado é meu, e eu sou dele”. Ct 2:16  “Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne”. Gn 2:23
15. As Escrituras ensinam que não deve haver força nem manipulação no ambiente íntimo. Ambos os cônjuges entram de maneira voluntária e amorosa nesse relacionamento. “meu Jardim é seu jardim”. Não deve haver egoísmo, e sim, disposição de promover o bem estar e a felicidade do outro.
16. Cantares 4:16 e 5:1 descrevem o clímax no momento em que o casamento entre Salomão e Sulamita é consumado. Salomão compara a um jardim fechado ou a uma fonte selada a pureza e a virgindade da amada.
17. Sulamita permaneceu pura sexualmente até o casamento. Declarou ser “muro” (aquele que resiste a tentação) para seus irmãos que a indagavam quando ainda era adolescente. Salomão confirmou que ela ainda era virgem até a noite de núpcias, dizendo que ela era um “jardim fechado”.
18. Sulamita pôde aconselhar várias mulheres de sua época a dar passos do amor e do casamento com cuidado; três vezes ela aconselhou a não despertar paixão do amor até o momento apropriado, assim como ela fez.
19. O conselho de Sulamita pode ser estendido a todos os casais de namorados e noivos de hoje. Vale a pena esperar… vale a pena esperar o momento certo para viver toda alegria e prazer da vida íntima com a pessoa amada. Esse é o plano de Deus.
20. Deus tinha um propósito especial ao criar a humanidade como homem e mulher. Gn 1:26-28  Embora cada um revele a Sua imagem, a união dos sexos opostos em “uma só carne” no casamento reflete a unidade da Divindade de modo especial.
21. A união do masculino e feminino também proporciona a procriação, expressão humana original da imagem divina.
22. Atenção! Mesmo os casados, precisam estar atentos em relação às práticas sexuais e suas graves consequências que não estão de acordo com o plano do Criador. A Bíblia desaprova TUDO que ALTERA ou destrói a imagem de Deus na humanidade.
23. Por meio do poder do Espírito, nossa natureza pecaminosa é crucificada e obedecemos a Cristo em nossos pensamentos e nas nossas atitudes.
24. Concluímos: nosso corpo e sexualidade pertencem a DEUS e devemos usá-los de acordo com Seu plano divino.
 
Senhor Jesus, venha nos ajudar nos nossos relacionamentos: Nós, os casados e solteiros, que possamos viver de acordo com a Sua vontade. Que possamos nos encher do Teu Espírito para permanecermos puros e irrepreensíveis até Jesus voltar. Amém.
 
Feliz Sábado! Sejam felizes!
Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço! 

Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP–SP