América e Babilônia

Vejam os itens mais importantes:

1. Os estudiosos da Bíblia têm visto Roma como um dos principais antagonistas no contexto do tempo do fim, descrito em Apocalipse 13. No entanto, Roma não está sozinha. Vamos nos concentrar nesse capítulo.

2. No capítulo 13:1-10  de Apocalipse podemos afirmar alguns itens: a- o texto se refere ao papado, de acordo com a descrição da besta e o seu poder. A besta era semelhante ao leopardo, com pés como de urso, e boca como de leão. E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade;

3. Continuação… b- uma de suas cabeças foi golpeada de morte, mas essa ferida foi curada; e toda a terra se maravilhou;  c- adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; d- foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias…  e- foi-lhe dado também que pelejasse contra os santos e os vencesse;

4. Continuação… f- deu-se-lhe autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação;  g- adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes NÃO foram escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto.

5. Durante séculos, a igreja romana foi a principal religião e, em muitos aspectos, o centro político do mundo ocidental.

6. Exemplo do poder da igreja romana: história do santo imperador romano Henrique IV que, irritando o papa Gregório VII, foi ao castelo dele para fazer as pazes. Ali, no inverno gelado, o imperador romano foi obrigado a esperar durante três dias em um tribunal externo.

7. Mediante a influência da reforma, do Iluminismo e da Revolução Francesa, a hegemonia política e religiosa de Roma foi destruída no final do século 18.

8. Um dos papas, Pio VI, foi levado cativo pelo exército francês em 1798 e morreu exilado em 1799.

9. A primeira besta, há muito tempo vista pelos protestantes como sendo Roma, foi retratada como tendo o poder recebido por 42 meses Ap 13:5.    42 meses = corresponde a “um tempo, dois tempos e metade de um tempo” de Daniel 7:25… corresponde ao período em que o poder papal oprimiu seus oponentes. Iniciou com a supremacia do papado em 538 d.C. e terminou em 1798, ano em que o papa foi levado em cativeiro. E a profecia se cumpriu!

10. No final de 1798, apareceu outro poder Ap 13:11 e 12 que surgiu da terra, em contraste com outros poderes anteriores; parecia um cordeiro, mas falava como dragão. Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal foi curada”.

11. Esse poder refere-se aos Estados Unidos da América, que surgiu em uma parte relativamente desabitada do mundo e que não precisou derrubar nenhum império importante para fazer isso.

12. Ap 13:3 fala de um ressurgimento, da cura de sua “ferida mortal”. É fato que Roma não tenha hoje o mesmo poder político dos dias Gregório VII, mas graças à popularidade dos novos papas, é uma força influente, tanto religiosa quanto politicamente.

13. E o papa atual? Pois bem, qwo Papa Francisco, em 2015, discursou no Senado e no Congresso Americano (primeira vez que um Papa é recebido nessas duas instituições). Essa influência se intensificará cada vez mais.

14. E atenção… Roma voltará a exercer a influência predita pela profecia. Roma terá o apoio dos Estados Unidos.

15. Ellen G. White  afirma  que  “os Estados Unidos da América satisfaz às especificações dessa profecia. Ascendeu ao poder em 1798, apresentando indícios de força e grandeza, e atraindo a atenção do mundo”.

16. Uma questão de ADORAÇÃO – Ao longo de toda a história sagrada, Deus reprovou a adoração falsa ou as pessoas que caíram em idolatria. A questão da adoração surgirá novamente. O povo de Deus terá que escolher a quem adorará e servirá.

17. Podemos recordar dos três hebreus amigos de Daniel que não adoraram a estátua do Rei. Foram fiéis a Deus.

18. Semelhantemente, em Ap 13, quem não adorar a imagem da besta SERÁ MORTO! – quem não tiver o sinal, a marca, o nome ou o número da besta  não poderá comprar ou vender Ap 13:17

19. Atenção… Hoje ninguém tem o sinal ou marca da besta, independentemente de guardar ou não o sábado. Além disso, mais coisas precisam acontecer antes da chegada do fim.

20. Babilônia foi a capital da falsa adoração. A Torre de Babel é um testemunho do desejo de seus construtores; nos faz recordar Lúcifer, que quis subir acima das mais altas nuvens e ser semelhante ao Altíssimo.

21. O Império neobabilônico também exaltou a obra das mãos humanas. Nabucodonosor louvou “a grande babilônia”; o rei Beltessazar tomou os cálices de outro do templo de Salomão. Podemos verificar que várias pessoas não tinham o desejo em seu coração de adorar ao Deus verdadeiro e sim, procuraram louvar ou exaltar pessoas ou coisas…

22. Babilônia é um símbolo de um poder que enganará as nações no tempo do fim.

23. Um outro elemento que encontramos em Ap 17 é a mulher montada sobre a besta escarlate, simbolizando uma união ilícita entre os poderes religiosos e políticos. Ela é contrastada com a mulher pura Ap 12.

24. Como Mãe das Meretrizes, Babilônia tem se reproduzido. A igreja mãe apóstata tem muitas filhas. O povo de Deus ou a igreja de Deus representada pela mulher pura, embora tenha sido atacada por Satanás, tem sobrevivido ao longo dos séculos. “Irou-se o dragão contra a mulher […] os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus”. Ap 12:17

25. Podemos ter uma certeza: a Babilônia vai cair… vai cair… é profecia!

26. Babilônia inclui falsas doutrinas, falsa adoração, apostasia, enganos de Satanás e falso ensino religioso.

27. E dentro desse contexto, Deus faz dois apelos a mim e a você: 1º – “Sai dela, povo Meu”;  2º- “Depois que vocês saírem da Babilônia, façam um obra ou um trabalho de amor com aqueles que ainda se encontram nela, levem a Minha mensagem verdadeira para que essas pessoas também possam sair da Babilônia”.

Senhor, queremos ficar de fora da Babilônia, e ajudar outras pessoas a saírem. Por favor, venha nos ajudar. Queremos ficar vigilantes quanto aos sinais dos tempos e nos preparar para a Sua vinda. Amém.

Feliz Sábado! Sejam felizes! Estudar a Bíblia faz bem! Um abraço!
Texto elaborado por Dalva Amélia de Castro Menezes, professora adventista aposentada e membro da Igreja IASD do UNASP – SP.

Link para a lição completa: http://mais.cpb.com.br/licao-adultos/